Associações Juvenis reunidas no combate à COVID-19

29 Abril 2020

O projeto Liga-te!, iniciativa promovida pela FNAJ, funciona como uma montra do trabalho dinamizado pelas associações juvenis para combate à Covid-19 nas suas comunidades, mas também como uma rede de voluntariado, mantendo os jovens portugueses ativos e ligados durante a pandemia. Trata-se de uma plataforma digital que reúne mais de 70 associações, envolvendo cerca de 680 jovens voluntários preocupados em dar resposta às necessidades mais prementes da sociedade.

De norte a sul do país, têm surgido diversas ações e projetos com as mais variadas dinâmicas. Um desses casos são as linhas de recolha de fundos para ceder material de proteção – viseiras, álcool e máscaras – a profissionais de saúde, como fazem as associações juvenis 100% Aventura, de Évora, e Ethos Pathos Logos, da Póvoa de Varzim.

Na área do combate à solidão e ao isolamento dos grupos de risco, a Associação Juvenil de Deão, em Viana do Castelo, a Eu+Tu=Muitos, em Valpaços, e a Associação Folclórica e Recreativa do Tourigo, em Tondela, são algumas das entidades com projetos a decorrer, tendo-se organizado para prestar auxílio e companhia a estes grupos, através de contactos telefónicos e visitas domiciliárias regulares. A associação juvenil Casa da Gaia, em Argoncilhe, Aveiro, promove também a recolha de mantas, cobertores, almofadas e lençóis para entregar à Proteção Civil, que também dá resposta aos mais necessitados.

Porque também os mais jovens precisam de apoio e motivação para ultrapassarem esta crise pandémica da melhor forma possível, diversas associações têm desenvolvido ações para os apoiar, por exemplo emprestando recursos tecnológicos a jovens carenciados para as aulas online ou realizando sessões de estudo acompanhado por videochamadas. O grupo de jovens A Tulha, de Ílhavo, a associação Ecos Urbanos, de S. João da Madeira, a associação juvenil Check In, de Beja, e a MOJU, de Olhão, são algumas das associações com iniciativas neste âmbito.

A interação e participação em iniciativas de grupo que os mantenham criativos e ativos têm também um papel fundamental nesta fase e, nesse sentido, várias associações estão a promover aulas de música, dança, exercício físico, passatempos, entre outras atividades. Outras organizações realizam desafios físicos e cognitivos para jovens pais com filhos em casa, como é o caso da associação juvenil Vila Fonche, de Arcos de Valdevez, a associação juvenil E-Motion, de Arganil, o grupo de teatro infantil TIN.BRA, de Braga, a associação juvenil gimnodesportiva e cultural Magda Rocha Albigym, de Castelo Branco, e a associação juvenil Sê Mais, Sê Melhor, de Faro.

Também a FNAJ está empenhada em promover entre os jovens um ambiente saudável e de bem-estar, bem como a formação contínua e enriquecimento pessoal, pelo que, através do Liga-te, tem a decorrer uma série de formações e workshops. Criou ainda outros mecanismos para combater o isolamento e manter a motivação, durante e pós-covid, nomeadamente disponibilizando apoio psicológico através de uma parceria com a Ordem dos Psicólogos.

Estes são apenas alguns exemplos do trabalho que está a ser desenvolvido pelas associações juvenis, representando a resiliência e a vontade dos jovens em ter um impacto positivo nas suas comunidades.

Vê o álbum aqui com fotografias das ações de algumas associações como Grupo de Convívio e Amizade nas Donas, a Tulha, Associação Juvenil de Deão – AJD, Associação Juventude de Vila Fonche, Sport Clube Operário de Cem Soldos, Omnis Factum, Ethos, Pathos Logos, Albigym, ACR Fernão Joanes, Ecos Urbanos e Associação de Jovens de Arrouquelas “H2O”.

 

© 2018 FNAJ | Federação Nacional das Associações Juvenis | Consultar a Política de Privacidade
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por GoUpBuzZ.com
Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais