Revista “Radar Associativo”

29 Setembro 2020

“Associativismo Juvenil: Escola Para a Igualdade” é tema de destaque da primeira publicação da Federação Nacional das Associações Juvenis

O átrio do edifício dos Paços do Concelho foi o palco para a apresentação do primeiro número da revista "Radar Associativo", que surge com a missão de tornar mais acessível a informação sobre o associativismo juvenil.

Num contexto em que a informação destinada ao associativismo juvenil, disseminada pelas 1.200 organizações do país, está dispersa e é de difícil acesso, a Federação Nacional das Associações Juvenis (FNAJ) aposta na primeira publicação que representa o ecossistema associativo juvenil, com o objetivo de partilhar boas práticas e estimular a participação dos jovens na sociedade.

Com o nome “Radar Associativo”, a primeira edição da revista destaca o tema da Igualdade, tendo como mote a campanha nacional da FNAJ “Associativismo Juvenil: Escola Para a Igualdade”, que pretende munir organizações e associações com ferramentas de debate e reflexão sobre a igualdade e não discriminação na prática dos seus projetos e atividades.

Segundo Tiago Rego, presidente da FNAJ, “a ausência de um espaço de partilha de projetos associativos e as respetivas conclusões levou-nos a compilar, valorizar e partilhar toda a informação que define o mundo associativo numa plataforma única. Sabemos que a disseminação de boas práticas é intrínseca num movimento que se sustenta numa rede de ideias, inovação e cooperação. Como tal, esperamos que esta publicação inspire novos projetos e estimule ações ganhadoras, potenciando a capacidade de inovação e o poder criativo dos/as jovens ao serviço do país. A escolha da igualdade para primeiro tema da revista está em linha com as causas abraçadas por esta jovem geração, que se assume mais inclusiva, plural e defensora de uma real igualdade de oportunidades”.

Já de acordo com a Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosário Monteiro, “associo-me e felicito esta primeira edição da revista, que adota como tema central a ‘igualdade’ e, ao fazê-lo, convoca o extraordinário potencial de reflexividade e agência da população jovem, o que se afigura como uma estratégia decisiva para a sua mobilização com vista à mudança social. Materializar a igualdade de oportunidades e de resultados na vida, para além do formalismo dos direitos consagrados, implica um permanente exercício de reflexão e análise crítica acerca do que nos rodeia

O primeiro número da Revista Radar, que será publicada trimestralmente, conta com a participação e artigos assinados por Rosa Monteiro, Secretária de Estado Para a Cidadania e Igualdade, Catarina Araújo, Vereadora da Câmara Municipal do Porto, e Sónia Paixão, Vice-Presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Ao longo da publicação, são ainda divulgados projetos que promovem a igualdade e não discriminação criados por associações juvenis como a Sê Mais Sê Melhor – Associação para a Promoção do Potencial Humano e a Associação Bué Fixe. A revista será distribuída pelas diferentes associações do país em formato online.

A revista está integrada no Centro Português de Informação Juvenil, um projeto da FNAJ com o apoio da Câmara Municipal do Porto, que se constitui como um centro de estudo e inovação associativa, pioneiro no país.

Pode descarregar a revista aqui

© 2018 FNAJ | Federação Nacional das Associações Juvenis | Consultar a Política de Privacidade
Todos os direitos reservados | Desenvolvido por GoUpBuzZ.com
Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais